Código de Missões: Introdução

Venho por meio do blog, manifestar a  filosofia que faz sentido pra mim, devido a diversos acontecimentos e provas que venho vendo e presenciando ao longo desses últimos anos. Pra chegar nessas conclusões e nessa reunião de conteúdos, li diversos livros tanto com cunho científico quanto por conhecimento esotérico e cheguei a resultados absurdos, alguns que, infelizmente não poderei compartilhar. Mas boa parte dele estará aqui, nesse curso chamado Código de Missões, que não é nada mais que uma reunião de todo o conteúdo capaz de ajudar quem tem a necessidade de encontrar a Verdade Mística e a Biblioteca Viva. Espero que seja útil. Vamos começar…

Imagine que quando uma criança nasça, ela possua naturalmente uma missão, ou seja, uma tarefa individual que só ela possa realizar na terra. Algo que só ela venha fazer para contribuir para esse planeta, uma doação pra humanidade. Essa missão ou tarefa, é essa criança que deve descobrir, ninguém dirá a ela e ninguém descobrirá por ela. Essa missão está presa a sua própria energia vital. Cada átomo, cada íon, está lotado de informações dessa missão.

Se ao crescer, essa criança conseguir desenvolver um respeito absoluto por sua individualidade, e conseguir sobreviver ao mundo de pessoas que lhe dizem o que se deve ou não deve fazer, se ela conseguir uma autonomia energética, com certeza, mais cedo ou mais tarde, ela irá compreender boa parte de sua missão no mundo. É um conceito simples. Esse é o processo para qual o ser humano foi criado e ao qual deveria seguir.

Imagine também que essa missão de vida possua desafios a serem superados por essa pessoa, e mesmo não sendo fácil, essa pessoa possui plenas condições de realizá-los. Jamais é dada a alguém uma missão que não possa ser cumprida. Pra realizar sua missão a pessoa deve evoluir, se tornar melhor. Ela deve aprender a desenvolver qualidades e habilidades úteis ao seu próprio espírito. Ninguém nasce totalmente preparado para cumprir suas missões de vida. A reencarnação pertence a essa escola de pensamento, seu objetivo é fazer com que o espírito amadureça, aprenda e se desenvolva. Portanto, cada missão possui a condição certa para que a pessoa possa realizá-la, desde que a mesma desenvolva as habilidades e qualidades necessárias para o resultado final.

heart-and-soul-jan-camerone

Heart and Soul, por Jan Camerone

A maioria das suas missões de vida está na sua frente.  Está no seu presente, no aqui e agora. Sem perceber, você realizará escolhas ou tomará decisões que te encaminhará até elas ou próximas delas. A vida é uma lição. Para aprender e vencer você deve fazer o que é necessário e não ficar se arrependendo. Vamos supor que você decida o que quer ser (advogado, por exemplo) e depois de perceber que é isso que te move e sentir que é isso o que realmente quer ser, você adquire certo foco. Após essa decisão, você deve evitar continuar decidindo e deve fazer o que é o necessário sem se arrepender depois, o passado não pode ser desfeito, e tudo o que vivemos aconteceu pois era pra acontecer e devemos aprender a lidar com esses erros pra evitá-los posteriormente. Eles são necessários. É melhor, largar a preguiça e assistir as aulas de direito? Ou ficar arrependido por não ter conseguido se formar e além de culpar a si mesmo, ficar pensando em como a vida poderia ter sido melhor se você tivesse ido às aulas? Enfrente o desafio, esse é o foco da sua decisão, e está totalmente relacionado ao nosso Código de Missões.

Somos muito maiores que nossas poucas décadas de vida. Existe muita sabedoria acumulada ao longo de milênios. Parte dessa sabedoria está inscrita em nossa mente. O espírito que você é, cumpre o papel de influenciar sua mente desde sua concepção. A pergunta é: “Quanto dessa sabedoria será capaz de influenciar sua consciência?

Nosso espírito fica o tempo inteiro interagindo com nosso corpo/mente/consciência. Se escutarmos, será mais fácil perceber os sinais. Se nos mantivermos confusos ou com a mente desequilibrada será muito mais difícil.

Existem pessoas que ao se verem, o espírito estimula a consciência a se aproximar daquela pessoa. O espírito tem inscrito em si seu Código de Missão e te estimulará para que ele aconteça. O estímulo pode se transformar em ação ou não. Depende da forma que organizamos e ouvimos nossos pensamentos.

Daí a importância de aprender a “ouvir”.

 

Bibliografia:

SOLNADO, Alexandra. Missão Espiritual. 2011. Disponível em: <http://vidaspassadas.blogs.sapo.pt/23167.html&gt;. Acesso em: 22 out. 2016.

MESQUITA, Regis. Dicas para cumprir as missões de vida que você planejou no plano espiritual, antes de nascer.2014. Disponível em: <http://www.nascervariasvezes.com/2014/01/dicas-para-cumprir-as-missoes-de-vida.html&gt;. Acesso em: 22 out. 2016.

Alguma dúvida? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s