Maçãs que mudaram o mundo

Dentre todas as frutas mais simbólicas, as maçãs têm mantido um lugar central nas tradições de muitas culturas.

Com a sua forma arredondada e (na maioria dos casos) coloração vermelha, esse fruto do conhecimento é um claro símbolo da fertilidade, uma qualidade que partilha com muitos outros frutos. Algumas culturas também consideram as maçãs como uma associação com o divino. Essa associação pode assumir várias formas, e o que todas essas formas possuem em comum, é que transmitem algo além da humanidade.

Durante a história da humanidade, criamos e descobrimos diversas histórias de maçãs importantes para o nosso conhecimento e nossa vida. Quem nunca ouviu falar da famosa maçã de Isaac Newton? Ou a maçã da Branca de Neve, que acredito que faz uma breve referência ao fruto proibido de Adão e Eva. Temos também a maçã-verde dos Beatles e o famoso símbolo da Apple. Querendo ou não, a maçã faz parte da história e por essa razão reuni aqui seu significado em diversas culturas e crenças diferentes, e como de costume, sem desrespeitar nenhuma religião. Totalmente neutro, como gosto de ser!

Vamos lá:

Na Bíblia: no livro de Gênesis, Adão e Eva são exilados do Jardim do Éden após desafiarem a ordem de Deus ao comer o fruto proibido. Embora a Bíblia não diz que tipo de fruto foi, mais tarde, interpretações de textos bíblicos, muitas vezes lhe deram a forma de uma maçã. Essa é possivelmente uma alusão ao simbolismo da maçã como um objeto sexual, o que faz todo o sentido, devido ao fato de Adão e Eva se envergonharem ao descobrirem a própria nudez.

Na tradição Celta: a maçã é considerada como o fruto do Outro Mundo, um conceito religioso que se refere a lugares fora do domínio dos seres humanos.

As lendas do Rei Arthur apresentam uma ilha chamada Avalon, onde depois de ser ferido em uma batalha feroz, o Rei está rodeado por mulheres que o ajudam a descansar e se curar. O nome Avalon é traduzido como “ilha de maçãs”.

Na China: os chineses consideram a folha da maçã como um símbolo de feminilidade, e em termos linguísticos, a fruta possui uma dicotomia interessante. A palavra chinesa para a maçã, “ping”, soa semelhante à palavra chinesa para a paz, pois as maçãs são consideradas um presente auspicioso para ser dado em condições de paz. Por outro lado, a palavra chinesa para “doença”, “bing”, também soa semelhante, por isso quando levamos uma maçã a uma pessoa doente, para os chineses essa atitude é considera como mau agouro.

Na Grécia: na mitologia grega, as maçãs de ouro das Hespérides foram dadas à deusa Hera como presente de casamento de Gaia (Mãe-Terra). As maçãs geravam imortalidade sobre quem as consumia.

Depois de ser esnobada em um convite para um casamento, Eris, a deusa da discórdia, escreveu em uma maçã dourada (conhecida como o pomo da discórdia) uma palavra grega que significa “para o mais justo” e jogou entre as deusas Hera, Atena e Afrodite. Esse evento aparentemente desencadeou uma concorrência que levou a um derramamento de sangue e a tragédia da famosa Guerra de Tróia.

Bônus

Nos games: Em Assassin’s Creed, Al Mualim da Irmandade dos Assassinos, ganhou uma Peça do Éden, a Maçã, e tentou usá-la para estabelecer a paz. No entanto seu planos foram frustrados por Altaïr Ibn-La’Ahad, que assumiu o controle da Irmandade e da Peça do Éden. Depois de fazer isso ele estabeleceu um novo objetivo: caçar e destruir todos os últimos Templários e Peças do Éden. Altaïr estudou o artefato, escrevendo suas próprias teorias sobre ele em seu diário, mais tarde conhecido como “O Códice”. Durante os eventos de Assassin’s Creed: Bloodlines, os Cipriotas culparam Altaïr pelos desastres que aconteceram na ilha e tentaram atacá-lo, ele então usou a Maçã para controlar suas mentes, forçando-os a ouvir a verdade, que o verdadeiro culpado era Armand Bouchart, o Grão-Mestre Templário. Altaïr então viaja para os arquivos em Limassol, onde sua intenção era deixar a Maçã lá e ir embora. No entanto, quando ele chega, decide ficar com ela e seu próximo paradeiro é desconhecido.

E é isso. Em breve pretendo fazer uma postagem mais detalhada de cada uma dessas culturas. Espero que o  texto tenha servido pra alguma coisa. Gratia.

Fontes: Wikia, Symbols.com

Alguma dúvida? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s